top of page

A rosa é um símbolo atemporal de beleza e romance, o que faz da flor uma queridinha entre jardineiros principiantes e veteranos.

Roseira

R$ 45,00Preço
  • Adube corretamente as rosas

    As roseiras não são tão sensíveis a um solo com menos nutrientes e, nesse quesito, exigem um pouco menos de cuidados. Diante disso, opte pela terra argilosa com cerca de um terço de areia misturada. Essa técnica garante o fluxo de ar.

    Contudo, adube seu solo com esterco curtido e, em cada mudança de estação, acrescente um pouco de composto orgânico de classe A. Só tenha cuidado para não exagerar na adubação, pois com excesso de nutrientes, a planta também pode adoecer.

    Proteja as roseiras das pragas

    Quanto às pragas, as mais comuns são os fungos e os pulgões. Entretanto, é igualmente normal surgirem ácaros, larvas minadoras e cochonilhas nas suas rosas. Por isso, é bom observar com frequência a sua roseira a fim de evitar esses males, já que eles são mais fáceis de tratar quando estão no começo.

    O mais recomendado é que você recorra a uma casa do ramo de jardinagem para conhecer o produto mais adequado a cada tipo de infestação, caso ela aconteça. Mas saiba de antemão que é possível prevenir e proteger as suas plantas com inseticidas mais populares, como a calda de fumo, e, até mesmo, algumas opções caseiras.

    Realize a poda periodicamente

    Sabia que sempre que uma rosa envelhecer você deve cortá-la para que outro broto ocupe o seu lugar? Pelo mesmo motivo, deve-se retirar também as folhas e os galhos mortos.

    Durante o inverno, você também deve saber como cuidar de uma rosa adequadamente, fazendo uma poda um pouco mais minuciosa — já que é o período em que as plantas estão adormecidas. Nesse caso, corte os galhos mais grossos e com bifurcações. Também será nessa época que você poderá colocar algumas mudas em outros vasos, de modo a ter novas roseiras em seu jardim.

bottom of page