top of page

O kunquateiro é uma frutífera nativa no sudeste da China e cultivada no Brasil em pomares domésticos e comerciais. É um arbusto grande ou arvoreta perenifólia, de 3 a 4 m, de copa compacta e geralmente sem espinhos. Folhas simples, coriáceas, glabras, verde-escuras e brilhantes na face superior e de cor mais clara na inferior, de 3 a 9 cm de comprimento, com pecíolo ligeiramente alado de 6 a 16 mm. Flores perfumadas, pequenas, solitárias ou reunidas em pequenos grupos axilares, formadas de outubro a dezembro. Frutos ovais ou oblongos, de casca doce, suave e aromática, com pontuações glandulares conspícuas, polpa com 4 a 5 gomos, pouco suculenta, de sabor ácido. Maturação no outono e inverno. Os frutos são consumidos frescos e inteiros com casca e a polpa sem as sementes, ou na forma de geléiase doces diversos. ideal para plantio em vasos e bonsais.

Arvoré Frutiféra Laranjinha

R$ 60,00Preço
  • Escolha bem o local (cultive em sol pleno)

    Para cada planta faça uma cova de 40cm de  largura e 80cm de altura.

    Misture bem a terra com adubo orgânico ou NPK 10-10-10, para garantir o solo sempre úmido e acrescente também  bastante folhas secas ou capim.

    Dica de adubo orgânico: Mistura em partes iguais de torta de mamona com farinha de osso, húmus de minhoca, calcário para correção do PH do solo (EXCETO PARA MIRTILOS).

    Outra opção de mistura é esterco de codorna (alta concentração de nitrogênio) com folhas secas.

    Preencha a cova com essa mistura adubada. Importante deixar a mistura bem fofa para facilitar o crescimento das raízes.

    Plante a muda como seu torrão e tenha cuidado para não enterrar demais o seu tronco.

    Regue a planta 1 vez ao dia nas primeiras 2 semanas, depois regue somente 2 vezes por semana.

    Faça a poda de contenção sempre que houver necessidade.

    Adube a sua planta 3 vezes ao ano com adubo orgânico para não compactar o solo.

    Siga essas dicas e você terá sua planta sempre saudável e produzindo flores e frutos.

  • Flores perfumadas, pequenas, solitárias ou reunidas em pequenos grupos axilares, formadas de outubro a dezembro. Frutos ovais ou oblongos, de casca doce, suave e aromática, com pontuações glandulares conspícuas, polpa com 4 a 5 gomos, pouco suculenta, de sabor ácido. Maturação no outono e inverno.

bottom of page