top of page

Planta tradicionalmente conhecida por espantar as energias negativas, a arruda é sempre bem-vinda em casa. De cor acinzentada, possui flores amarelas que fazem um lindo contraste com as folhas.

"Existe um lado místico que envolve a arruda. Há quem acredite que a espécie pode afastar o mau-olhado e, por isso, vasos com a planta são muito usados em fachadas de casas para proteger lares e moradores", conta a paisagista Marina Vidal, do Sapucaia Paisagismo.

Arruda Fêmea ou macho

R$ 18,00Preço
  • Na hora do plantio, o fundo do vaso deve levar materiais como argila expandida (que o deixa mais leve), pedriscos ou até mesmo cacos de telhas para escoar a água. "É indispensável o uso da manta de drenagem (bidim), para separar o substrato das pedras e proteger o vaso de entupir futuramente", explica a paisagista.

    A terra deve ser rica em matéria orgânica e, a cada 60 dias, coloque um pouco mais de substrato no vaso para garantir a saúde da planta. "Vale lembrar que é indispensável a adubação frequente das espécies cultivadas em vasos, já que elas não terão a oportunidade de receber os nutrientes vindos do solo", indica Marina.

    Na hora de regar, o ideal é nunca deixar a terra do vaso encharcada. Após o plantio, deve-se molhar diariamente para incentivar o enraizamento. Depois, apenas quando o substrato estiver seco. Se o solo estiver molhado, não é preciso aguar novamente.

    Se o objetivo do plantio for consumir a arruda, a paisagista alerta para os riscos: "Por mais que muitos usem a arruda para chás, é preciso tomar cuidado, pois, em alguns casos, ela pode ser tóxica. Mulheres grávidas não devem ingerir de forma alguma. Além disso, tome cuidado ao manusear as folhas, que possuem um óleo que pode causar queimaduras como o limão"

bottom of page